Tags

, , , , ,

Nossa, como está chuvando em nossa terrinha… Fora a preocupação com os sofrimentos que muitos irmãos passam nesse momento, desde nova eu tenho um certo medo da chuva. Mas como tudo na vida tem um lado bom, nesse caso é minha lembrança dos bolinhos de chuva que minha vovó Olga fazia. Hum…. já faz 1 semana que estou com desejo desses bolinhos… vou ver se alguém mata essa minha vontade, né. (acho que vai ser eu mesma, vamos vencer o enjôo!! Rs!)

Por hora, fico com a receita dessa quitanda tão mineira e aconchegante. É rapidinho de fazer!!

Ingredientes * eu faço de olhômetro, como minha avó, mas essas quantias são certinhas! Qq ajuste, vá na sua percepção de cozinheiro(a).

  • 2 Ovos inteiros
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • pitada de sal
  • farinha de trigo quanto baste, até dar o ponto
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • canela + açúcar para envolver (se quiser)

Bata os ovos com um fuê ou na batedeira, adicione o açúcar e bata até obter uma massa fofa. Acrescente alternados o leite a farinha de trigo, até dar o ponto de uma massa de bolo mais firme (os bolinhos são colocados p/ fritar às colheradas). Por último coloque o sal e o fermento.

Aqueça o óleo (na temperatura ideal de fritura, aquela em que um palito de fósforo acende sozinho qdo imerso na panela de óleo). Com o auxílio de duas colheres, coloque os bolinhos um a um , abaixe o fogo (para evitar que dourem muito rápido e fiquem crus por dentro) e retire quando estiverem douradinhos.

Agora é só passar na canela + açúcar e passar aquele cafezinho!! EU QUERO!!!

Obs: uma deliciosa variação é essa receita que o Eduardo Avelar fez recentemente em seu programa, em homenagem à cidade Joaquim Felício. Assista e aproveite p/ ver a forma de fazer, o ponto da massa, a maneira de fritar, que é a mesma p/ todo bolinho de chuva. Nesse caso, ele acrescenta amendoim, mto bom!!

Anúncios