******Televisão de Cachorro****** Receita:Bola de Carne

Tags

, , , , , ,

Crédito da imagem: aqui

Frango assando, girando na máquina. Cachorro babando, doido por uma mordida.

Quando se trata de programas gastronômicos na TV, me sinto assim, hipnotizada como esse cachorrinho (rsrsrs!!) Sou dessas que assiste TODOS os programas, dos ruins aos ótimos,  e fico louca de vontade não só para saborear, mas também ( e até mais) para colocar a mão na massa e me jogar em uma nova experiência de alquimia de sabores!

Essa coluna , que começa hoje, vai trazer todas as guloseimas que assisto na TV e repito na minha cozinha (seja uma reprodução fiel ou uma versão inspirada). Vamos então para a primeira delas:

BOLA DE CARNE

_CAP0083

_CAP0099

MUITO gostosa e suculenta, essa bola é feita por uma cozinheira de mão cheia lá de Fortaleza, há muitos anos. Assistindo o programa Mais Você (assista aqui) fiquei tentada a repetir a iguaria para acompanhar aquela cervejinha com o Amado. SUPER aprovada, recomendo!

Ingredientes:

  • 1 kg de carne moída
  • 100g de tomate
  • 50g de cebola
  • 50g de pimentão
  • 50g de cheiro verde (cebolinha e salsinha) * Na minha versão coloquei manjericão tb.
  • 3 colheres (sopa) vinagre
  • 1 colher (sopa) alho amassado
  • 3 colheres (sopa) shoyo
  • 1 colher (sobremesa) colorau
  • sal e pimenta do reino a gosto

Misture tudo e amasse bem. Faça bolas grandes e coloque em uma panela grande e espaçosa, com azeite aquecido (uma boa quantidade). Quando perceber que está no ponto do lado de baixo, vire para cozinhar do outro lado. SIMPLES ASSIM!!

A delícia por dentro: tenra e úmida!

A delícia por dentro: tenra e úmida!

Considero como diferenciais dessa bola de carne: a quantidade de legumes e cheiro verde, o tamanho das bolas e o modo de cozê-las (eu observei no vídeo como era o processo na panela e acredito ter conseguido ser bem fiel!)

Risoto Mineiro

Tags

, , , , , , , , , , , ,

_CAP5868

Essa receita nasceu da vontade de comer algo bem rápido, altas horas da noite, mas que fosse tão gostoso como o descanso que eu estava merecendo após a jornada diária com minha bebê Mariah! Queria comer bem. Pensei logo em um risoto pois havia comprado recentemente um arroz arbóreo. Mas, olhando a despensa, vi que não tinha nem vinho branco e nem queijo parmesão, dois ingredientes fundamentais para o risoto tradicional. Mas jamais seria vencida assim tão facilmente: substitui o vinho por uma boa cachaça e o queijo parmesão pelo canastra meia cura. Daí naceu meu risoto mineiro, uai! E ficou delicioso, modéstia à parte. Quem quiser se aventurar, vale demais. Segue aí a receita:

Risoto Mineiro

Para 2 pessoas gulosas ou 4 pessoas moderadas

Ingredientes:

  • 1 1/2 xícara (chá) de arroz arbóreo
  • 1 cebola pequena em cubinhos miúdos
  • 1 abobrinha italiana pequena em cubos pequenos
  • champignon ( a quantidade que quiser)
  • 1 dose de cachaça de boa qualidade
  • 3 a 4 colheres (sopa) de queijo canastra ralado
  • 1 litro de caldo de legumes caseiro ou industrializado (será usado aos poucos, somente a quantidade necessária)
  • sal , pimenta do reino e noz moscada a gosto
  • alecrim a gosto
  • azeite (o necessário)
  • 2 dentes de alho bem picadinhos
  • 1 colher (sopa) de manteiga

Fazendo:

Comece escolhendo uma panela de fundo grosso e espaçosa, ideal p/ fazer risotos. Aqueça um pouco de azeite, o suficiente p/ dourar o alho. Não doure muito para não amargar. Em seguida, coloque a cebola e, quando estiver transparente, coloque o arroz. Refogue por 2 minutinhos e acrescente a cachaça. Deixe evaporar o álcool e comece adicionar o caldo, que deverá estar fervendo. Coloque 1 concha de caldo por vez, mexendo sempre, e colocando mais caldo quando já estiver todo absorvido. O processo será sempre esse: 1 concha por vez, sempre mexendo, até o fim do cozimento.

Quando o arroz estiver na metade do cozimento, (por volta de uns 10 minutos ou qdo a borda do grão estiver começando a ficar transparente  ) adicione a abobrinha e o champignon. Coloque as folhinhas de alecrim. Nessa hora o perfume irá inundar a casa e aguçar sua fome!!

Quando o arroz estiver no ponto (al dente, com o centro do grão um pouco esbranquiçado, por volta de 20 min), desligue a panela. Acerte o sal, tempere com noz moscada e pimenta do reino a gosto. Acrescente o queijo e a manteiga, mexendo delicadamente. Sirva em seguida.

** Para servir eu escolhi um prato de esmalte, típico das cozinhas do interior, reguei com azeite por cima e acrescentei mais um pouco de queijo. Trem bão é coisa boa!

_CAP5866

Amigos na Cozinha: Pescoço de Peru do Serjão!

Tags

, , , , , ,

pescoço peruUma das coisas que amo fazer na vida, é cozinhar com amigos! Dessa vez foi ainda mais legal e inédito pra mim até então. Imagina só: um amigo vem visitar você e sua bebê, chega com os ingredientes e vai ele mesmo para o fogão preparar um belo tira-gosto! Que beleuza, Edileuza!! (como diria ele mesmo, kkk!!) E olha gente, estava mesmo uma delícia, um pescoço de peru pra ninguém botar defeito! Vai aí a receita, escrita pelo próprio Serjão, com um bocado de diversão! Fotos do Jair para comprovar e não nos deixar mentir!

serjão no fogão

Pescoço de peru do Serjão

  • Ingredientes:
    2 pacotes de pescoço de peru em pedaços pequenos e limpos
    1 bebezinho com, no máximo, um ano de idade, bem gordo.
    4 latinhas de cerveja geladas
    8 dentes de alho (grandes) picados
    2 cebolas (médias) picadas
    2 tabletes de caldo de galinha
    4 colheres de sopa de óleo de soja ou azeite
    100 ml de molho inglês
    Sal a gosto
    Pimenta malagueta a gosto (opcional)
    Cheiro verde a gosto
    1 folha de louro
    1/4 colher de chá de noz moscada (opcional)
    8 batatas (pequenas)
    1 molho de tomate

Modo de fazer:
1- Abra uma latinha de cerveja, sirva seu copo e tome um gole bem refrescante.
2- Deixe os pescoços, aproximadamente 30 minutos em água com sal.
3- Beije a criança gordinha.
4- Aqueça o óleo ou azeite na panela de pressão, escorra a água do pescoço de peru e doure-o, mexendo quando necessário.
5- Mais um gole na cerveja e um cheiro no cangote do neném.
6- Acrescente a cebola e o alho e aguarde a cebola ficar transparente.
7- Acrescente o caldo de galinha, o molho inglês, a pimenta, a folha de louro, a noz moscada, e o molho de tomate.
8- Adicione água até quase cobrir toda a carne. Misture e tampe a panela.
9- Marque 30 minutos a partir do momento em que a panela pegar pressão.
10- Jogue fora a cerveja quente que sobrou no seu copo e sirva com outra gelada. Aproveite esses 30 minutos pra beijar o pezinho gordo e morder a bochecha do neném.

Hum... Será que isso vai ficar bom?

Hum… Será que isso vai ficar bom?

Acho que já deu o tempo de conferir a panela, tio Serjão!

Acho que já deu o tempo de conferir a panela, tio Serjão!

11- Passados os 30 minutos, abra a panela e verifique o sal. É interessante deixar o caldo levemente mais salgado, pois, agora, vamos adicionar as batatas que “puxam” sal para elas.
12- Tampe a panela e deixe na pressão por mais 7 minutos.
13- Passe tudo para a vasilha que vai à mesa e polvilhe com o cheiro verde.
14- Pronto! Para acompanhar, você pode usar farinha de mandioca e/ou pão francês ou, ainda, arroz branco e uma saladinha! Garanto que, depois da refeição, você vai dormir tão satisfeito quanto o bebê que ganhou carinho o tempo todo! Bom apetite!

Essa foto é pra arrumar namorada, né Serjança!!

Vejam de novo que delícia! Cerveja e pimenta nos acompanhamentos, " senão não seria o Serjão!"

Vejam de novo que delícia! Cerveja e pimenta nos acompanhamentos, ” se não, não seria o Serjão!”

Valeu, Serjão! Obrigada pela visita, pelo tira gosto e por participar do meu blog! Um brinde!!

Foto 2 "pra arrumar namorada"!

Foto 2 “pra arrumar namorada”!

Bolo de Leite de Côco – Delícia!!

Tags

, , , , , , , , , , , ,

Amigos, ADORO esse bolo! Pertence ao livro de receitas da minha mãe, faço desde criança. E agora ele tem um gostinho a mais pra mim: como estou evitando consumir leite de vaca no primeiro trimestre da minha bebê (devido às cólicas), ele caiu super bem, pois usa leite de côco apenas.

É SUPER fofo e fica bem molhadinho. Eu gosto de comê-lo quentinho, mas quem preferir gelado também é delicioso. Pode fazer p/ comer com café quentinho, ou leite fresco, como sobremesa e também para aniversário! Vamos à receita, que é facílima, pra completar!

Bolo de leite de Côco

Você precisa de:

  • 2 ovos
  • 1 xícara de margarina
  • 2 xícaras (mal cheias) de açúcar
  • 500 ml de leite de côco (1 e 1/2 xícara para a massa. O restante p/ regar)
  • 3 xícaras de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) fermento em pó
  • pitada de sal

Colocando a mão na massa:

  1. Bata as claras em neve e reserve.
  2. Bata a margarina com o açúcar até formar um creme fofo.
  3. Acrescente as gemas e bata mais um pouco.
  4. Agora vá alternando a farinha com o leite de côco, até incorporar tudo. Bata até formar bolhas na massa.
  5. Acrescente o sal e o fermento, bata um pouco.
  6. Por último, acrescente as claras e mexa delicadamente com a espátula (fora da batedeira).
  7. Coloque em uma forma pequena, untada e enfarinhada, leve para assar em forno 180º, por mais ou menos 40 minutos (faça o teste do palito).
  8. Retire do forno, desenforme.  Regue bastante com o restante do leite de côco. Se quiser, coloque côco fresco ralado por cima.

* Dica: Existe uma garrafa de 500 ml de leite de côco. Se não achar, compre 2 garrafinhas (que vão somar 400ml) e complete com leite de vaca, se vc puder consumir leite.

DEVORE!!

 

 

Bolo Carinhoso – Chocolate e Mel

Tags

, , , , , , , , ,

Historinha do bolo: Esse bolo é um dos meus preferidos. Nomeado de Carinhoso por alguém que jamais saberei, porque essa é uma daquelas receitas passadas de caderninhos p/ caderninhos, por anos e anos, entres familiares, vizinhos e cozinheiras dedicadas, que graças a Deus, estabelecem uma corrente de sabores que não deixam nunca uma boa receita se perder no tempo! Eu conheci essa receita ainda criança, quando já me aventurava na cozinha, através de minha vizinha Ninon Rose, mãe da minha amiguinha de brincadeiras diárias! Lembro ainda hoje quando ela cortava os quadradinhos, colocava a calda pretinha por cima e nos servia… delícia de lembrança de infância.

Falando do sabor: Esse bolo é daqueles bem fofinhos, que têm como característica a base feita do creme fofo e esbranquiçado da manteiga com o açúcar. Para mim o grande diferencial dele, depois da massa fofa, é a calda quente de chocolate e mel que transforma completamente o resultado final de um bolo que poderia passar por um simples bolo de chocolate. É DELICIOSO, façam e não se arrependerão!

Ingredientes:

Massa

  • 200g manteiga sem sal ou margarina
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 6 ovos
  • 1 xícara (chá) de chocolate em pó
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 colher (sopa) fermento em pó
  • 1 xícara (chá) de leite

Calda:

  • 1 xícara (chá) de leite
  • 8 colheres (sopa) chocolate em pó
  • 2 colheres (sopa) de mel
  • um pouco menos de 1 xícara (chá) de açúcar
  • 2 colheres (sopa) margarina

Fazendo:

  1. Bata as claras em neve e reserve.
  2. Na batedeira, coloque o açúcar e a manteiga/margarina e bata bem até formar um creme bem fofo e esbranquiçado.
  3. Acrescente as gemas e bata bem até ficar homogêneo.
  4. Agora iremos acrescentar os ingredientes secos e peneirados juntos (farinha + chocolate) alternando com o leite. Bata bem até a massa formar bolhas.
  5. Por último acrescente o fermento e bata pouco.
  6. Agora, misturando à mão, adicione as claras em neve, delicadamente.
  7. Assar em forma untada e enfarinhada, forno 180º, por mais ou menos 40 min ou até que um palito ou garfo saia limpo ao ser espetado.
  8. Faça a calda: Coloque todos os ingredientes em um caneco e leve ao fogo. Qdo ferver, aguarde uns 2 minutinhos, desligue e deixe amornar para ganhar consistência antes de aplicar no bolo.
  9. Com o bolo ainda quente, faça vários furos c/ o garfo e derrame a calda que deverá estar morna.

Agora é só devorar!!  Eu como ainda quente, mas se lambuze como preferir!

Gratinado de Couve Flor ao Creme de Camarão

Tags

, , , , , , , ,

DELICIOSA couve flor, derretendo na boca …

Ao pensar em uma jantinha com carinho para o Amado e para a filhotinha em meu ventre, decidi usar a couve flor que esperava sua vez de nos alimentar. Imaginei qual sabor gostaria de sentir e logo me veio camarões ao molho branco. Pronto! A receita estava no sensorial do meu paladar e escorreu por minha mãos, cheirou a casa toda e alimentou uma família pra lá de feliz!

Recomendo DEMAIS, é fácil, saborosíssima e vai surpreender a todos, desde um simples almoço ou jantar à uma recepção para amigos.

Ingredientes (para 4 pessoas, porções generosas):

  • 1 couve flor média ou grande
  • 2 tomates médios e maduros
  • Queijo canastra (ou minas padrão, ou o que preferir) ralado, na qtde que gostar. Eu usei um prato de sobremesa cheio.
  • Queijo parmesão de boa qualidade, ralado, para gratinar.

Molho Branco:

  • 2 colheres de sopa (cheias) de margarina ou manteiga
  • 4 colheres de sopa de farinha de trigo
  • 700ml a 1 litro de leite (qto necessário p/ a textura desejada)
  • sal, pimenta do reino, noz moscada

Camarão:

  • 500g de filé de camarão (o que preferir, eu usei camarão p/ molho).
  • 1 cebola roxa pequena, em cubinhos
  • 1 pimentão verde pequeno, em cubinhos
  • alho e sal p/ temperar, cominho
  • azeite

Como fazer:

  1. Coloque a couve flor para cozinhar, de preferência no vapor, já com as arvorezinhas separadas.
  2. Tempere o camarão com o alho socado, sal e cominho a gosto e reserve na geladeira. Cuidado c/ o sal, pois o molho branco tb será temperado.
  3. Faça o molho branco: Derreta a margarina em fogo baixo e acrescente a farinha de trigo, mexendo até forma uma pastinha homogênea. Com o fogo bem baixo, acrescente o leite aos pouquinhos, mexendo vigorosamente p/ não empelotar e manter sempre um creme bem lisinho. Vá assim colocando o leite aos poucos, sem nunca parar de mexer. Qdo estiver bem homogêneo, pode aumentar o fogo um pouquinho e continuar sempre mexendo até a farinha atingir o cozimento e o molho branco chegar na textura cremosa. Tempere com sal, pimenta do reino e noz moscada, a gosto. Reserve.
  4. Em uma frigideira coloque um pouco de azeite, fogo médio/alto, e refogue os camarões, sem deixar dar líquido e sem cozer demais (senão o camarão vira borracha, hem!). Retire o camarão e coloque mais um pouco de azeite p/ dourar a cebola. Qdo ela estiver transparente, coloque o pimentão. Qdo pimentão começar a amolecer, acrescente os camarões e desligue o fogo. Junte esse refogado ao molho branco, prove e acerte o sal , se necessário.

Montagem:

Em uma travessa coloque primeiro a couve flor. Entre as arvorezinhas da couve flor, coloque rodelas grossas de tomates. Por cima, o creme de camarões. Finalize com o queijo canastra ralado e por último, o parmesão.

Leve ao forno p/ aquecer e derreter os queijos. Se seu forno tiver dourador, não deixe de usá-lo e fazer o gratinado MARAVILHOSO dos queijos. Qdo estiver dourado, é só servir acompanhado de um bom arroz branco! Bom Apetite!!

Bolinho pra Mariah: Bolo de Cenoura!

Tags

, , , , , , , ,

Delícia fazer carinho pra quem amamos, ainda mais cozinhando… Delícia ouvir nossas vozes mais íntimas e satisfazer nossos desejos… Delícia maior se sua voz mais íntima tem voz de criança, voz de filha dengosinha, e o desejo é também dela de sentir conforto e alegria comendo um bolinho fofo e quente, como é sua casinha em meu ventre…

Levanto da cama, recuperando de uma virose, e acabo de me curar fazendo o que mais amo! Pra você, minha linda flor Mariah, Bolo de Cenoura, receita da vovó, com adaptações da mamãe!

E fica uma provocação: é a receita de bolo de cenoura mais leve e saborosa que vc pode encontrar. A dica da minha mãe de completar a xícara de óleo c/ suco de laranja é valiosa, e compartilho c/ vcs, como deve ser com as boas coisas da vida!

Ingredientes:

  • 2 xícaras (chá) de cenoura picada
  • 3 ovos caipiras
  • 2 xícaras (chá) de açúcar
  • 1 xícara (menos um dedo) de óleo de milho ou o que preferir
  • suco de laranja para completar a xícara de óleo
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 pitada de sal
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Como fazer:

  1. Separe as claras e bata em neve. Reserve. ( Se tiver pressa, pode pular essa etapa e bater os ovos inteiros no liquidificador, também ficará ótimo)*
  2. Bata todos os ingredientes no liquidificador, exceto a farinha e o fermento.
  3. Coloque na batedeira a farinha e a massa batida no liquidificador, até dar bolhas. Por último, adicione o fermento e bata levemente. Retire da batedeira e, na mão, misture a clara em neve delicadamente.
  4. Coloque em uma forma pequena, untada e enfarinhada, e leve para assar em forno 180 graus por 30 a 40 minutos, dependendo do seu forno. Confira com o palitinho ou garfo se já está assado (deverá sair limpo). Dica: Nunca abra o forno antes de 20 min.
  5. Agora é só saborear!! Muitos gostam de colocar cobertura de chocolate, eu prefiro uma boa misturinha de muita canela e pouco açúcar, faça o que seu estômago pedir!!

Uma doce flor para minha Mariah!

Dicas:

* Em todos os bolos eu faço a clara em neve para deixá-los mais caprichosamente fofos. Porém, nesse da foto, eu bati os ovos inteiros mesmo (já que doentinha preferimos diminuir o trabalho). Estou dando esse toque p/ que possam ver que dá certo mesmo!

** Tá bom, eu não gosto, mas não vou te deixar na mão, rsrs!! Se quiser colocar chocolate, derreta meia barra – eu uso meio amargo – (cerca de 80-90 gramas) em banho maria e adicione meia lata de creme de leite. Esta ganache é a melhor cobertura de chocolate por não ser enjoativa, cremosa e fácil de fazer.

Bolo de Maçã – Carinho de Mãe

Tags

, , , , , , ,

Gente, esse bolo tornou-se um dos meus preferidos e não é a toa. Explico: é delicioso, reconfortante, perfuma toda a casa, fácil de fazer e bem saudável. Quem me deu a receita foi uma amiga, a Rausiane, direto do caderninho de sua querida mãe. Receita de família, adooorooo!! Ganhar receita de família é como ser recebido com intimidade e conforto na casa daquela cozinheira, é como ganhar carinho de mãe!

Então é o seguinte : aproveite e corra para sua cozinha. Veja que delícia é fazer e comer esse bolo! Presenteie alguém com esse sabor e verá que bom é espalhar amor e carinho de mãe pelo mundo afora!!

Receita Original (com pequenas adaptações minhas)

Ingredientes:

  • 3 colheres de sopa cheias de margarina
  • 3 ovos
  • 1 xícara de açúcar ( coloco metade de mascavo e metade branco refinado. Para quem prefere um ou outro, fique à vontade p/ escolher)
  • 4 maçãs fuji descascadas e em cubos pequenos
  • 1 e 1/2 xícara de farinha de trigo
  • 1 xícara de aveia em flocos finos ou farinha de aveia
  • 1 colher de chá de canela em pó
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • Para polvilhar: mistura de açúcar e canela

Como fazer esse carinho:

Comece pelas claras, batendo-as em neve e reservando em outra vasilha. Agora, também na batedeira, bata a margarina com açúcar e gemas até formar aquele creme bem fofo e esbranquiçado. Adicione a farinha e a aveia. Misture e bata tudo muito bem. Coloque o fermento e mexa um pouco, só o suficiente p/ misturá-lo.

Por último, coloque as maçãs, a canela e a clara em neve, misturando na mão delicadamente. Agora é só colocar em uma forma untada e enfarinhada. Por cima salpique a mistura de açúcar e canela que, depois de assado, dará uma deliciosa capinha ao bolo.

Asse em forno 180graus, por volta de 40 minutos ou de acordo com seu forno, assim que espetar um palitinho e ele sair limpo.

Delicie quentinho e aqueça seu coração com muito amor!

Páscoa 2012

Tags

, , , , , , , , ,

Queridos leitores, como alguns sabem, eu e minha irmã gêmea formamos a Analu, uma fabriquinha de delícias feitas com amor! Nessa Páscoa, nossos ovos estão simplesmente lindos e imperdíveis. Façam uma visita no blog clicando aqui.

Não deixe de nos prestigiar, você vai ver que os chocolates são MUITO mais gostosos (como esse da foto, recheado de trufa de maracujá) e com preços compatíveis aos do mercado, e quem nem oferecem esse diferencial.

Além disso, é muito mais legal e gratificante dar presentes personalizados, não industriais! Seus presentes aos familiares e amigos serão os mais lindos, de encher os olhos e de dar água na boca!

Filé de Tilápia ao Gengibre com Purê de Baroa

Tags

, , , , , , , , , , , ,

Uma noite querendo comer bem, sem muito trabalho, um filé de tilápia na geladeira esperando para ser feito. Resultado: esse prato leve e pra lá de gostoso, revigorante, que ficou pronto em instantes. Pode fazer sem medo, usando o peixinho que preferir!

Agradecimento especial ao Gui e Bela que trouxeram a tilápia lá de Morada Nova de Minas, ou seja, um peixinho caipira DELICIOSO, bem natural!

Ingredientes (para 2 pessoas):

  • 4 filés de tilápia
  • tempero: processei alho, sal, manjericão, cebolinha, coentro, pimenta.
  • gengibre fresco ralado ( à gosto. Eu uso bastante, cobrindo toda a superfície do peixe) * saiba mais sobre ele no final do post

Purê de Baroa (ou cenorinha amarela como alguns dizem aqui em Minas)

  • 6 a 8 batatinhas baroa
  • caldo de legumes (caseiro ou 1/2 cubo)
  • sal e pimenta do reino

Fazendo essa moleza:

Purê

Coloque a batata baroa para cozinhar no caldo de legumes caseiro ou em 1/2 cubo de caldo pronto dissolvido em água. A quantidade é apenas o suficiente p/ cozer. Quando estiver cozida, amasse a batata baroa com o garfo ou outro utensílio próprio. Mas a praticidade está em não precisar nem tirar da panela. O caldo que resta ajudará a dar o ponto cremoso ao purê. Prove o tempero e acerte o sal e pimenta.

Peixe

  • Em uma frigideira anti-aderente pincele um pouco de azeite e coloque os filés para grelhar. Quando um lado estiver dourado, e você virar o filé, coloque os ninhos de gengibre ralado por cima. Quando o outro lado estiver dourado, retire o peixe e sirva com o purê e uma saladinha!

* Gengibre é bom demais: Quando disse dessa receita ser revigorante, falei diretamente do gengibre, que tendo o poder de aquecer nosso corpo, ativa a circulação, estimula a mente e a vitalidade. Isso é ótimo qdo nos sentimos esgotados ou sem ânimo, após um dia de trabalho intenso! De sabor picante e ao mesmo tempo refrescante, ele é uma plantinha de muitas curas! Desintoxica, é anti-inflamatório, antioxidante, bactericida. Ajuda em tratamentos de náuseas, gripe, dor de estômago, reumatismo, doenças nervosas. É excelente para desinflamar a garganta, para asma, bronquite e para combater o câncer. Por ajudar na digestão e estimular o metabolismo, pode auxiliar em dietas de emagrecimento.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 54 outros seguidores